22 de Novembro de 2019, 15:59

Governo divulga lista de espécies exóticas que ameaçam ecossistemas do RS01/11/2013

Fonte: Sema
Titulares da Secretaria do Meio Ambiente, Fepam e Fundação Zoobotânica
Titulares da Secretaria do Meio Ambiente, Fepam e Fundação Zoobotânica - Foto: Kátia Marcon

Um instrumento de política ambiental de extrema importância para a preservação da biodiversidade gaúcha, em especial no que diz respeito ao Bioma Pampa, foi publicado nesta quinta-feira (31). O secretário estadual do Meio Ambiente, Neio Lúcio Fraga Pereira, assinou a Portaria que reconhece a lista das espécies exóticas invasoras no Rio Grande do Sul.

A listagem, com 127 espécies, é fundamental para a preservação da biodiversidade (fauna e flora) gaúcha e foi elaborada por meio do projeto RS Biodiversidade, programa transversal que também é executado, além da Sema, pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), Fundação Zoobotânica (FZB) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), além de outros parceiros. Acesse aqui a lista completa.

Durante o ato de assinatura, o secretário ressaltou que no Brasil, o Pampa está presente apenas no Rio Grande do Sul e, sendo assim, "é nosso papel colocar essa região na pauta ambiental nacional". Participaram da cerimônia os presidentes da Fepam, Nilvo Alves da Silva, e da FZB, Arlete Pasqualetto.

De acordo com o secretário adjunto da Sema, Luis Fernando Perelló, a lista - até então inédita no Rio Grande do Sul - permitirá que, por meio do RS Biodiversidade, o Estado passe agora a propor medidas de controle dessas espécies. "O objetivo é ter um conjunto de ações que garanta a integridade dos nossos ecossistemas naturais e toda a sua biodiversidade nativa associada", explicou. "Na prática, vamos elaborar um plano de ação para conter o avanço das espécies exóticas invasoras", completou a engenheira florestal Sílvia Ziller, coordenadora do estudo e consultora do RS Biodiversidade.

Para chegar à listagem, o RS Biodiversidade promoveu amplo trabalho junto a diversos especialistas, muitos deles ligados à Fepam, FZB, Emater, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO) e universidades. A atividade desse grupo levou em consideração outros estudos e promoveu consultas a pesquisadores envolvidos com o tema.

Exóticas invasoras

De acordo com a Convenção da Diversidade Biológica, aprovada pelo Decreto Legislativo nº 02 de 03/02/1994 e promulgada pelo Decreto nº 2.519 de 16/03/1998, são consideradas espécies exóticas invasoras aquelas cuja introdução ou dispersão ameaçam ecossistemas, ambientes ou outras espécies.

Segundo a engenheira Sílvia, muitas dessas espécies acabam por substituir as nativas, além de causar impactos nos ciclos ecológicos. "Nesse processo, uma região pode acabar registrando significativas mudanças ambientais, tais como maior consumo de água ou aumento da frequência de incêndios", exemplificou a engenheira florestal, integrante da International Union for Conservation of Nature (IUCN).
Estratégico

O RS Biodiversidade é um dos projetos estratégicos do Governo do Estado e incentiva a produção sustentável no meio rural, em especial na agricultura familiar. Coordenado pela Sema, o projeto é executado em parceria com a FZB, Fepam e Emater.

FZB - Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul

Rua Dr. Salvador França, 1427

CEP: 90.690-000 - Porto Alegre - RS

Horário de Funcionamento: das 8h ás 18h

Fone: (51)3320-2016

  • Listas de espécies ameaçadas
  • Central do Cidadão
  • Jardim Botânico 60 Anos
  • JB Cursos e Oficinas
 

Comunicação

 

Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul

Rua Dr. Salvador França, 1427

CEP 90.690-000 - Porto Alegre - RS

Horário de Funcionamento: das 8h ás 18h

Fone: (51)3320-2016

E-mail: contato-dpmcc@sema.rs.gov.br

 

Desenvolvido pela PROCERGS    |    Termos de uso