23 de Maio de 2017, 09:38

Diversidade de peixes de água doce do Rio Grande do Sul é revelada20/07/2016

Inventário de peixes de água doce do RS.
Inventário de peixes de água doce do RS.

Nas águas de nossos arroios, banhados, lagoas, rios e sangas existem mais de 400 espécies de peixes entre jundiás, lambaris, peixes-anuais, carás e várias outras. Foi publicado anteontem (18/7) na revista científica Zootaxa um estudo inédito conduzido pelo pesquisador do Setor de Ictiologia do Museu de Ciências Naturais da FZB, Vinicius Bertaco, que revela a riqueza da fauna de peixes de água doce do Rio Grande do Sul. A pesquisa, iniciada há mais de cinco anos, foi realizada em parceria com pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Universidade Federal do Mato Grosso. O estudo envolveu a listagem atualizada das espécies, bem como informações sobre taxonomia, sistemática e distribuição geográfica dos mesmos. A compilação de dados teve como base registros de coleções científicas, da literatura e de informações até então não publicadas. “Ninguém imaginava uma diversidade tão grande de peixes de água doce aqui no nosso Pago. Para termos uma ideia, o Rio Grande do Sul ocupa 3,3% do território nacional e abriga cerca de 16% das espécies brasileiras, uma imensa diversidade em uma área relativamente pequena”, observa Bertaco. O biólogo ainda explica que um projeto como esse é importantíssimo para o conhecimento da biodiversidade gaúcha, reconhecimento de espécies novas para a ciência, para a elaboração de listas de espécies ameaçadas, localização de centros de endemismos, determinação da distribuição geográfica das espécies e de áreas relevantes para a conservação, entre outros. No Rio Grande do Sul, pesquisas como essa são particularmente importantes, pois ressaltam a variedade de habitats aquáticos que existem no estado, destacando-se os encontrados no Pampa. Nas águas desse bioma que, no país, é restrito ao Rio Grande do Sul, encontra-se uma grande diversidade de peixes-anuais, sendo a maioria ameaçada de extinção, endêmica do Estado ou com distribuição muito restrita. A alta riqueza de espécies de peixes também é um indicativo importante da qualidade das águas, um bem cada vez mais precioso. Outro dado revelador desse estudo é que o grupo com maior número de espécies corresponde aos dos peixes que são conhecidos como cascudos, jundiás, pintados e violas, ao contrário do que se pensava anteriormente, que os lambaris (peixes de escamas) seriam os campeões de espécies nas águas gaúchas. “A maior diversidade está nos cascudos, jundiás, pintados e violas. São peixes que vivem no fundo dos corpos d'água e são importantíssimos na rede trófica, pois se alimentam no substrato, consumindo principalmente algas e larvas de insetos. Além disso, alguns desses peixes têm grande importância econômica, pois são de interesse para a pesca, como jundiás e pintados, e muitos outros têm potencial para aquarismo, como coridoras e limpa-vidros” – relata Bertaco. O conhecimento sobre esses peixes vem sendo incrementado consideravelmente desde a década passada, em função do aporte de recursos financeiros e do aumento no número de pesquisadores e estudantes envolvidos em projetos específicos. Estudos como esse ressaltam o papel fundamental da FZB, principalmente das coleções científicas mantidas pela instituição, na prospecção e conhecimento da biodiversidade gaúcha, gerando subsídios importantíssimos para pesquisa, conservação, desenvolvimento sustentável e gestão ambiental.

 Referência Bibliográfica

 BERTACO, V.A.; FERRER, J.; CARVALHO, F.R. & MALABARBA, L.R. 2016. Inventory of the freshwater fishes a densely collected area in South America - a case study of the current knowledge of Neotropical fish diversity. Zootaxa 4138(3): 401-440.

 Para saber mais escreva para: vinicius-bertaco@fzb.rs.gov.br

FZB - Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul

Rua Dr. Salvador França, 1427

CEP: 90.690-000 - Porto Alegre - RS

Horário de Funcionamento: das 8h ás 18h

Fone: (51)3320-2016

  • Listas de espécies ameaçadas
  • ZEE RS
  • Central do Cidadão
  • Portal Transparência
 

Comunicação

 

Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul

Rua Dr. Salvador França, 1427

CEP 90.690-000 - Porto Alegre - RS

Horário de Funcionamento: das 8h ás 18h

Fone: (51)3320-2016

E-mail: comunica@fzb.rs.gov.br

 

Desenvolvido pela PROCERGS    |    Termos de uso